Discinesia Escapular

Discinese-Escapular.jpg

Discinesia Escapular

A discinesia escapular pode ser definida como as alterações biomecânicas da escapula.

As causas mais comuns da discinesia escapular são: Má postura corporal (excessiva cifose torácica ou lordose cervical); lesões nervosas; disfunções proprioceptivas; fraqueza muscular; fraturas da clavícula; e lesões acromioclaviculares.

A sintomatologia mais incidente nesse caso é: dor ao redor da escápula, por contraturas e por síndrome miofacial; perda de força do membro superior acometido; dificuldade ao levantar o braço acima da altura do ombro; tendinopatias causadas pelo impacto subacromial secundário à queda da escápula; compressão das estruturas neurovasculares (Síndrome do Desfiladeiro Torácico) que inervam e irrigam todo o membro superior; formigamentos no braço; e crepitações escapulotorácicas (estalos na região superior da escápula).

Tratamento

RPG

Pilates

Fisioterapia

Osteopatia

Medicamentoso

Cirurgias, em casos mais graves